Uma rede de paixões

Há coisa de um ano, mais concretamente no início de Março de 2016, como é habitual no Sr. Silva, foi transmitido na comunicação social que o Município de Nelas em conjunto com os de Fornos de Algodres, Gouveia e Mangualde, tinha assinado um protocolo que visava constituir a “Rede de Territórios do Alto Mondego”. A ideia era potenciar o amor pelo vinho, azeite, frutos vermelhos e queijo da serra.

Numa fase inicial a Rede de Territórios do Alto Mondego iria submeter uma candidatura para um projecto de investimento estimado em 6 milhões e 250 mil euros e visava a captação de financiamento público e privado, materializando investimentos produtivos, com efeito multiplicador na economia local.

Ao que julgamos saber esta iniciativa teve um impulso muito aguerrido da vereadora Sofia, que se empenhou com todo o coração, neste projecto. O que é certo é que passado um ano sobre o anúncio as novidades escasseiam. Sabemos que um dos artífices da candidatura é um competentíssimo e muito popular consultor, que trabalha barato – por dormidas e almoços (a confiar no que as actas da CM de Gouveia nos dizem nas páginas 3, 4 e 5) e que, talvez por isso, as novidades tardem em chegar.

Como a vida não é só trabalho, outros desideratos, mais apeteciveis, devem ter desviado a atenção dos intervenientes.

Se rede não houver, alguém ficará com o coração (do mondego) cheio de mais umas promessas.

Screen Shot 2017-03-31 at 11.37.30

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s